Fortaleza é próxima cidade a receber o Programa Quero Fazer

Posted by on maio 11, 2013 in Releases | 0 comments

A cidade de Fortaleza, Ceará, receberá até o início de junho próximo, as ações de Aconselhamento e Testagem Voluntária (ATV) para o HIV promovidas pelo Programa “Quero Fazer”. Com essa iniciativa, o programa, iniciado em 2008, passa a contar com atividades em cinco capitais brasileiras. As outras são: Recife, Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília. Essa ação é fruto da parceria da EPAH/ “Quero Fazer” com o Grupo Resistência Asa Branca (GRAB), organização não governamental situada em Fortaleza que trabalha na defesa dos direitos LGBT e com a Área Técnica de DST/Aids da Secretaria Municipal de Saúde de Fortaleza. Essa nova estratégia de ATV do “Quero Fazer” contará com a participação direta das unidades públicas de saúde: Centro de Testagem e Aconselhamento – CTA Carlos Ribeiro, e da Policlínica Nascente. Os educadores de pares provenientes do GRAB, responsáveis por divulgar e aproximar o público-alvo organizarão grupos que irão, em caravana, para as ações de testagem nas unidades de saúde. Treinamento Entre os dias 8 e 10 de maio foi realizado um treinamento da equipe que irá atuar junto aos usuários. Dado os contextos de vulnerabilidade, exclusão, estigma e discriminação que sofrem a população alvo, “acreditamos que realizar essa atividade organizada, em parceria com profissionais capacitados para o respeito à diversidade possa garantir maior acesso aos recursos públicos de saúde e fortalecimento e empoderamento dos usuários gays, HSH e travestis”, explica Beto de Jesus, coordenador do “Quero Fazer”. Durante o primeiro dia de treinamento, os profissionais e educadores de par tiveram a oportunidade conhecer o Programa “Quero Fazer” e seu público-alvo (gays, homens que fazem sexo com homens (HSH) e travestis). Eles discutiram os processos de estigma e discriminação, vulnerabilidade, orientação sexual e identidade de gênero, homofobia, prevenção do HIV e direitos das pessoas vivendo com HIV. Também aprenderam sobre os processos de monitoramento e avaliação do programa e sua política de confidencialidade. Os conteúdos foram facilitados pelo coordenador Beto de Jesus. No segundo dia, foi a vez de aprenderem um pouco mais sobre os processos de testagem rápida: implantação do teste rápido como diagnóstico; normatização do teste rápido; biossegurança e testagem; diferenças entre os testes; e formas de aplicação. A facilitadora foi a enfermeira e biomédica Magaly Mello, responsável pela equipe do “Quero Fazer” de Recife e capacitadora do Ministério da Saúde para implantação de ações de ATV, que também falou sobre perfil da epidemia de Aids no Brasil. No último dia, Verônica Linhares, técnica da Área Técnica de DST/Aids da Secretaria Municipal de Saúde de Fortaleza e especializada em Aconselhamento, falou sobre a importância do aconselhamento pré e pós-teste, com foco na população alvo: definição de acolhimento e aconselhamento, discriminação e encaminhamentos. “Para ser um bom aconselhador”,...

Leia Mais

Quero Fazer amplia aconselhamento e testagem para o vírus HIV em Recife

Posted by on mar 12, 2013 in Releases | 0 comments

A partir desta sexta-feira, dia 7, o Programa “Quero Fazer” em parceria com a Secretaria de Saúde do Recife por meio de sua Coordenação Municipal de DST e Aids inicia a ampliação da testagem rápida para o HIV voltada para população de gays, HSH (homens que fazem sexo com homens) e travestis na cidade. A testagem será realizada na sede do Instituto Boa Vista na Rua das Ninfas, 84, com início às 20 e término às 00 horas. O Instituto fica ao lado da Boate Metrópole, em Boa Vista, capital. O Programa “Quero Fazer” é financiado pela Agência Norte-americana para o Desenvolvimento Internacional (USAID) tendo como parceiros estratégicos o Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde e coordenação da Associação Espaço de Prevenção e Atenção Humanizada (EPAH). Essa nova inciativa em Recife tem o apoio da Coordenação de Atenção ás DST e Aids do Recife e da Boite Metróple. O projeto visa facilitar o acesso da população de gays, HSH (homes que fazem sexo com homens) e travestis aos testes de Aids. A escolha do local deve-se a grande circulação deste público nesta região. O Programa “Quero Fazer” iniciou suas atividades no ano de 2009 em Recife com a utilização de uma unidade móvel (trailer) para realização da testagem. As cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília também fazem parte do projeto. Essa é uma atividade pioneira, pois a testagem será realizada em local fixo vinculado a uma casa noturna gay (Boate Metrópole), que tem sido um espaço bastante importante para a comunidade LGBT do Recife, pois tem desenvolvido muitas atividades viabilizando acesso de direitos, em especial na área de saúde e direitos humanos para gays, lésbicas, bissexuais, travestis e transexuais. Segundo Acioli Neto, coordenador de Atenção às DST/Aids do Recife “essa iniciativa faz parte da estratégia da Coordenação em possibilitar o diagnóstico precoce a um maior número de pessoas e assim fortalecer a divulgação das medidas de prevenção” Ele ainda lembra “é importante saber a sorologia, pois nos casos reagentes é importantíssimo a garantia de acesso ao tratamento antes do surgimento dos primeiros sintomas da doença”. Na ocasião também serão realizados testes de sífilis e fornecidos preservativos e gel lubrificante. Nos próximos meses, conforme a adesão do público à proposta, também serão oferecidos testes rápidos para detecção de hepatites B e C. As pessoas com resultado positivo ao HIV e Sífilis serão encaminhadas para tratamento nos Serviços de Atenção Especializada (SAE) do Recife ou dos seus municípios de residência. A equipe de trabalho é composta de profissionais com larga experiência de testagem rápida em ocasiões como as campanhas de Carnaval e Festas Juninas. Para mais informações: Acioli Neto Coordenador de Atenção às...

Leia Mais

Quero Fazer lança trailer de testagem do vírus HIV no Rio de Janeiro

Posted by on fev 24, 2013 in Releases | 0 comments

Equipe de campo recebeu treinamento nos dias 20, 21 e 22 Nesta quarta-feira, dia 27 de fevereiro, será lançado o trailer de testagem voluntária para o vírus HIV no Rio de Janeiro. Trata-se de uma unidade móvel do Programa “Quero Fazer”, que além da capital carioca está presente em outras três cidades brasileiras: São Paulo, Brasília e Recife. Este será o segundo ponto de aconselhamento e testagem no Rio de Janeiro. O primeiro funciona na sede do Grupo Arco-íris, desde 2011. Apenas no ano de 2012 o “Quero Fazer” realizou um total de 8.389 ações de aconselhamento e testagem sendo, 938 no Rio de Janeiro. Desde o início do Programa, em janeiro de 2011, foram realizadas 15.237 testes nas quatro cidades de atuação. Durante o lançamento, o trailer do “Quero Fazer” estará estacionado no pátio da Central do Brasil para visitação e apresentação de como é realizado o teste rápido. Estima-se que atualmente haja no Brasil 530 mil pessoas vivendo com HIV/Aids sendo 432 mil deles entre 15 e 49 anos de idade e outras 255 mil são soropositivas, porém não têm conhecimento da sua sorologia. Os dados são do Boletim Epidemiológico Aids e DST do Ministério da Saúde, lançado em 20 de novembro de 2012. Assim, o principal objetivo do “Quero Fazer” é ampliar as ações de aconselhamento e testagem voluntária em HIV, com trabalho de prevenção e diagnóstico precoce da sorologia. A ideia é que essa nova tecnologia social (testagem em unidades móveis e ONGs em horário e dias alternativos) possa ser absorvida como indicação de politica pública na área de prevenção e diagnóstico ao Aids em estados e municípios. O “Quero Fazer” conta com o financiamento da Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID) e parceria do Departamento de DST/Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde. A coordenação do Programa fica por conta da Associação Espaço de Prevenção e Atenção Humanizada – EPAH. Também são parceiros dessa inciativa a Secretaria de Saúde do Estado do Rio de Janeiro/Gerência Estadual de DST/Aids, Sangue e Hemoderivados; Secretaria de Estado Assistência Social e Direitos Humanos/Superintendência de Direitos Individuais, Coletivos e  Difusos; e Secretária Municipal de Saúde e Defesa Civil do Rio de Janeiro/ Gerência Municipal de DST/Aids. TREINAMENTO Durante os dias 20, 21 e 22 de fevereiro, foi realizado o treinamento da nova equipe que irá atuar no trailer do “Quero Fazer”. Foram três dias de treinamento, totalizando 27 horas de curso. Dentre os temas apresentados e debatidos estavam: a) as características do “Quero Fazer”; b) perfil do público a ser acessado; c) viver e conviver com HIV/Aids; d) política de confidencialidade; e) encaminhamento de casos positivos; f) implantação do teste rápido como diagnóstico, entre outros....

Leia Mais