Este não foi exatamente um projeto e sim uma ação de reinserção de crianças e adolescentes vivendo com HIV/Aids. Ainda como Associação François Xavier Bagnoud, em 1994, a instituição acolheu crianças que viviam com HIV/Aids, órfãs e/ou sem estrutura familiar, da Zona Sul de São Paulo.

A sede funcionava, assim, como uma casa de apoio para crianças de 0 a 17 anos, encaminhadas por Juizados de Menores. Durante sete anos, a FXB Brasil vinculou seu trabalho ao abrigo e cuidado integral de crianças infectadas.

No entanto, acreditando que apenas a institucionalização das crianças não seria melhor estratégia para se garantir benefícios sociais, afetivos e econômicos, em médio e longo prazo, a instituição passou a ter como objetivo a reinserção familiar das crianças residentes na instituição a partir de busca, identificação e sensibilização de familiares.

A reinserção das crianças ocorreu entre os anos de 2001 e 2005. O objetivo do projeto foi reintegrar o maior número de crianças vivendo com HIV/Aids da então rebatizada Associação EPAH em suas famílias, sanguíneas ou adotivas. O objetivo foi alcançado em julho de 2005.

#FINALIZADO