A homofobia é a intolerância, rechaço, temor, preconceito e perseguição de pessoas que não cumprem com o rol de gênero masculino dominante, com o papel estabelecido culturalmente pelo poder masculino para homens e mulheres. Assim, gays, lésbicas, bissexuais, travestis, transexuais e intersexos sofrem com o preconceito em vários níveis, podendo chegar até a morte. No Brasil temos a cada dois dias um LGBT assassinado por crime de ódio derivado da homofobia. Alguns estudiosos atribuem a origem da homofobia às mesmas motivações que fundamentam o racismo, o sexismo, a xenofobia e qualquer outro preconceito. É uma oposição instintiva a tudo o que não corresponde à maioria com que o indivíduo se identifica e a normas implícitas e estabelecidas por essa mesma maioria, a necessidade de reafirmação dos papéis tradicionais de género, considerando o indivíduo homossexual alguém que falha no desempenho do papel que lhe corresponde segundo o seu género.   Hoje, cerca de 80 países no mundo criminalizam a homossexualidade e condenam os atos sexuais consensados entre pessoas adultas do mesmo sexo com penas de prisão, sendo que 9 destes países (Afeganistão, Irã, Mauritânia, Nigéria, Paquistão, Arábia Saudita, Emirados Árabes e Yemem)  mantêm para esses casos a pena de morte.   No dia 17 de maio de 1990, a Assembleia Geral da Organização Mundial de Saúde (OMS) aprovou e oficializou a retirada do Código 302.0 (Homossexualismo) da CID (Classificação Internacional de Doenças), e declarou oficialmente que “a homossexualidade não constitui doença, nem distúrbio”. A partir deste fato histórico o Movimento LGBT Mundial tem priorizado a propagação do termo “homossexualidade” em vez de “homossexualismo”, uma vez que “ismo” é um sufixo de doença.   Ainda por essa razão, o dia 17 de maio tornou-se uma data simbólica que incentiva a promoção de eventos de conscientização pública em todas as regiões do planeta, visando chamar a atenção das pessoas, principalmente de autoridades públicas e políticas para a necessidade de combater e erradicar a homofobia.   Hoje, 18 de maio de 2011, acontece em Brasília a II Marcha Nacional Contra a Homofobia pela aprovação do PLC 122 que criminaliza a homofobia e está tramitando com Senado. Ativistas de todos os estados brasileiros estão na capital federal lutando por igualdade de direitos e políticas públicas de combate à homofobia. Estão reivindicando que em todas as esferas da federação (União, Estado e municípios) se incorporem diretrizes de combate a homofobia e promoção da cidadania plena para a população LGBT. Por: Beto de Jesus – Coordenador do Programa Quero...